terça-feira, 14 de março de 2017

Haveria de chegar o dia

Em que via a minha vida cair pela sanita abaixo. O telemóvel pois claro...
Depois de o pescar, envolvi-o em papel e corri à procura de ajuda. Salvou-o e Engenheiro Gabriel e não é por acaso o nome de anjo. Abriu-lhe o coração com muito jeitinho, deu-lhe com o desfribrilhador, injetou-lhe um produto para proteção da parte eletrónica, secou-o muito bem sequinho, ressuscitou. Um pouco periclitante ainda, continua a lutar pela vida cheio de tremuras e nervoso miudinho. Tenho agora um écran com padrão tigresa, coisa mai linda. 
Descansa numa taça de arroz, a ver se lhe passa.

14 comentários:

  1. Tamiris...
    Coloca o aquecimento a funcionar virado para o doente.
    É melhor
    Fiz isso a uma máquina fotográfica que caiu ao rio "Tondela" (acho que se chama assim) esteve uma noite na encubadora. E vive
    Kis :=}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei onde este coiso inteligente dum raio foi buscar a palavra "Tamiris" quando queria dizer "gajita"
      Kis :=}

      Eliminar
    2. Tamiris é fixe. Gaja Tamiris Maria eheheh

      Eliminar
  2. Mete-o numa caixa totalmente coberto de arroz - deixa-o lá uma semanira e fiará como novo :-))

    Digo-te eu. Já me aconteceu o mesmo, como não tinha nenhum eng Gabriel, teve que ficar por um mês e tal, mas quando acordou estava novinho e folha, nadita de humidade - nunca pus arroz fora tão feliz eheheheh

    Boa noite Gajinha

    ResponderEliminar
  3. O arroz faz milagres com a humidade... a nível bacteriológico é que já não tenho tanta confiança... :)

    ResponderEliminar
  4. a salvação não vem sempre do céu
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Vai dando noticias! As primeiras 48 horas são cruciais!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  6. Era isso que ía sugerir: arroz. Costumam ser 3 dias dentro do arroz.
    Boa sorte! Espero que corra bem a recuperação do aparelho.

    ______________________
    Ana Teles | blog: Telita LifeStyle - Facebook


    ResponderEliminar
  7. Um telemóvel, uma taça de arroz, um tom tigresa...
    Condimentos não faltam, GM, a tua vida não tem nada de monótono. :)

    Abraço

    ResponderEliminar

Quem quer pensar comigo: